A taxa de cliques (CTR) é uma métrica de marketing digital que determina a proporção de cliques em um determinado link, anúncio ou elemento interativo em relação ao número total de visualizações desse mesmo item. Geralmente, quanto maior a CTR mais eficaz é o anúncio em atrair cliques.

Por que a CTR é importante?

A taxa de cliques ou CTR, do inglês Click Through Rate, é uma métrica indispensável no mundo do marketing digital, porque ela é capaz de determinar o desempenho de uma campanha ou elementos ligados a ela. Mas, afinal, como definir a importância dessa métrica, na prática?

Imagine que sua empresa está executando uma campanha de anúncios no Facebook. Ao analisar as métricas, sua equipe percebe que, apesar dos anúncios estarem recebendo muitas visualizações, a taxa de cliques segue baixa.

Isso pode indicar que o conteúdo do anúncio não está sendo relevante o suficiente para o público-alvo, ou que a chamada para ação não está suficientemente clara.

Portanto, ao monitorar e trabalhar para melhorar a taxa de cliques, é possível que sua empresa ajuste os anúncios para aumentar o engajamento do público e, consequentemente, melhore o desempenho da campanha como um todo.

Agora que você já sabe da importância dessa métrica, continue lendo, pois na próxima seção listaremos os principais fatores que podem afetar a CTR.

Que fatores afetam a taxa de cliques?

Como vimos agora, se a taxa de cliques anda baixa, algo está afetando negativamente o processo. Descubra agora quais são os principais motivos para que isso aconteça:

  1. Relevância do conteúdo do anúncio: os usuários têm mais probabilidade de clicar em anúncios relevantes para seus interesses ou necessidades. Então, é fundamental elaborar anúncios criativos para captar a atenção do público.
  2. Clareza do CTA: uma chamada para ação clara e persuasiva incentiva os usuários a agir, aumentando a probabilidade de cliques. É importante que o CTA não seja confuso para que você continue mantendo a atenção do usuário.
  3. Posicionamento do anúncio: o posicionamento do anúncio em uma página afeta diretamente a visibilidade e a probabilidade de cliques. Anúncios bem posicionados, próximos ao conteúdo relevante, tendem a receber mais cliques do que aqueles posicionados em locais menos visíveis.
  4. Qualidade visual: anúncios e itens visualmente atraentes têm maior probabilidade de chamar a atenção dos usuários e incentivá-los a clicar. Elementos visuais como cores vibrantes, imagens de alta qualidade e design bem-estruturado podem aumentar significativamente a CTR.
  5. Atratividade do título: o título do anúncio muitas vezes é o elemento em destaque e o primeiro que os usuários notam. Títulos atrativos que despertam curiosidade ou oferecem benefícios claros podem aumentar a probabilidade de cliques.
  6. Segmentação adequada: direcionar anúncios para o público certo é fundamental para aumentar a relevância e, consequentemente, a taxa de cliques. Anúncios segmentados são direcionados às pessoas com interesses específicos e têm mais chances de receber cliques do que os mais genéricos.
  7. Momento e frequência de exibição: o momento e a frequência em que os anúncios são exibidos também são fatores que influenciam a CTR. Exibir anúncios no momento certo, quando os usuários estão mais propensos a se envolver, pode aumentar a probabilidade de cliques.
  8. Testes e otimizações contínuas: fazer testes A/B com diferentes elementos do anúncio, como texto, imagens e CTAs, e otimizá-los com base nos resultados é essencial para melhorar a CTR ao longo do tempo.
  9. Avaliação da concorrência e tendências do mercado: a concorrência e as tendências do mercado podem influenciar a taxa de cliques, especialmente em setores altamente competitivos. Monitorar a concorrência e adaptar estratégias conforme necessário pode ajudar a manter a relevância e a eficácia dos anúncios.
  10. Desempenho do anúncio em diferentes dispositivos e plataformas: o desempenho dos anúncios pode variar em diferentes dispositivos e plataformas. É importante monitorar e otimizar os anúncios para garantir que eles sejam eficazes em todas as plataformas e dispositivos utilizados pelo público.

Com esses fatores em mente, você não vai mais errar na hora de colocar suas campanhas em prática. No próximo tópico, aprenda como é fácil calcular a CTR e desvende a métrica de uma vez por todas!

Como calcular a taxa de cliques

Calcular a taxa de cliques é uma tarefa simples e útil para avaliar o desempenho de suas campanhas, e você pode fazer isso facilmente seguindo a fórmula:

CTR = (número de cliques/número de impressões) x 100%

O número de cliques é o total de vezes que seu campanha foi clicada durante um período específico. E o número de impressões é a quantidade de vezes que sua campanha foi exibida para os usuários durante esse mesmo período.


Para chegar no resultado, basta que você divida o número de cliques pelo número de impressões, e depois multiplique o resultado por 100. Assim, você obtém a porcentagem da sua CTR.

Veja só um exemplo:

Se sua campanha teve 200 cliques e 10.000 impressões, a fórmula ficaria:

CTR = (200/10.000) x 100%
CTR = 0,02 x 100%
CTR = 2%

Isso significa que 2% das pessoas que viram sua campanha clicaram nela, ou seja, sua taxa de cliques foi de 2%.

A seguir, vamos descobrir como a CTR pode ser importante ao desenvolvermos uma campanha de e-mail marketing!

Taxa de cliques de e-mail

O e-mail é uma escolha poderosa e acessível para realizar campanhas de marketing digital. Não é de surpreender que, de acordo com pesquisa da Statista, 55% dos profissionais de vendas brasileiros usem o e-mail para se conectar com seus leads.

Para calcular a CTR de sua campanha de e-mail marketing, é fácil. Em primeiro lugar, você deve definir o período para o qual deseja calcular a métrica. Isso pode ser para uma campanha específica, um mês, uma semana, você decide. Depois, basta usar a fórmula da CTR adaptada para e-mail:

CTR = (número de cliques/número de e-mails enviados) x 100%

O número de cliques é a quantidade de vezes que os links ou botões dentro dos seus e-mails foram clicados.

Depois de calcular a CTR, você terá uma porcentagem que indica a eficácia da sua campanha em gerar cliques. Um resultado mais alto geralmente indica que seus e-mails estão sendo bem recebidos e que seu conteúdo é relevante para os destinatários.

E as taxas gerais são boas! No segundo semestre de 2023, a Hubspot publicou uma pesquisa em que foi constatado que a CTR média em e-mails está entre 2.6% e 3%! Ou seja, esse canal não pode ser ignorado.

Na próxima seção falaremos sobre a CTR no YouTube, para que você fique atualizado sobre a atuação dela nessa plataforma.

Taxa de cliques no YouTube

Os números podem ser poderosos indicadores do sucesso no YouTube. Confira agora como a taxa de cliques influencia diretamente o desempenho de anúncios e vídeos na plataforma:

CTR de anúncios

A CTR de anúncios no YouTube é uma métrica importante para que os anunciantes meçam a eficácia de suas campanhas. A taxa diz respeito à proporção de cliques que um anúncio recebe em relação ao número de impressões, ou seja, quantas vezes o anúncio foi exibido.

Sua fórmula segue o mesmo padrão das anteriores:

CTR = (número de cliques nos anúncios/número total de impressões) x 100%

Para os anunciantes, uma CTR alta indica que o anúncio está atraindo a atenção do público-alvo e incentivando a ação desejada, seja ela visitar um site, assistir outros vídeos ou realizar uma compra.

Assim, de maneira simples, a taxa de cliques proporciona uma visão clara da eficácia de um anúncio em gerar engajamento entre os espectadores.

CTR de vídeos

Ainda no YouTube, a taxa de cliques também pode ser medida nos vídeos. Nesse caso, ela indica a proporção de visualizações de um vídeo em relação ao número de cliques no seu título ou miniatura. Segue a fórmula para calculá-la:

CTR = (número de cliques no vídeo/número de visualizações) x 100%

O resultado que indique uma taxa de cliques alta é geralmente considerado um sinal de que o título, a miniatura e a descrição do vídeo são atrativas e persuasivas o suficiente para incentivar os usuários a clicar.

Já a CTR baixa, pode indicar que o vídeo não está chamando a atenção dos espectadores ou que a sua audiência não está sendo alcançada de forma eficaz. Nesse caso, é importante desenvolver uma estratégia de otimização do seu canal.

Segundo a própria Google, metade de todos os vídeos no YouTube tem uma taxa de cliques que varia entre 2% e 10%. Porém, na métrica dos seus vídeos a taxa pode ser muito maior! Para isso, é necessário entender como adaptar suas estratégias a partir dos resultados do seu conteúdo!

E para que você saiba tudo sobre o assunto, não perca a próxima seção para descobrir como calcular essa métrica nos anúncios do Facebook.

CTR de anúncios do Facebook

O Facebook é uma das plataformas que mais cresce em relação ao número de anunciantes. E, assim como nos anúncios para YouTube, a taxa de cliques para anúncios do Facebook é uma métrica fundamental! Afinal, o Facebook utiliza a CTR como um dos fatores para determinar a relevância e a classificação do seu anúncio.

Anúncios com CTRs mais altas têm maior probabilidade de serem exibidos para um público maior e em posições privilegiadas no feed de notícias. Ou seja, anúncios com taxas acimas de 0,90%, média recente da CTR do Facebook, segundo pesquisa, têm mais chance de serem visualizados.

Conseguir o resultado da taxa de cliques é bastante fácil:

CTR = (número de cliques nos anúncios/número total de impressões) x 100%

O número total de impressões é a quantidade de visualizações que seu anúncio recebeu enquanto passava pelo feed de notícias dos usuários.

Se todas essas informações chamaram sua atenção, continue com a gente para descobrir como aumentar a taxa de cliques dos seus anúncios em cada uma das plataformas que citamos aqui.

Como aumentar o CTR

O CTA, frequência de envio e design são apenas alguns dos diversis fatores que podem influenciar o CTR. No entanto ao considerar que otimizar suas campanhas pode levar a melhores resultados, veja a seguir dicas para aumentar sua taxa de cliques.

10 dicas para aumentar a taxa de cliques de e-mail

Siga as dicas a seguir para uma CTR de arrasar:

  1. Crie linhas de assunto atraentes: chame a atenção dos destinatários com linhas de assunto cativantes, que despertem curiosidade ou que ofereçam de cara os benefícios que estarão detalhados no corpo do e-mail.
  2. Personalize seus e-mails: utilize o nome do destinatário e outras informações relevantes para criar e-mails personalizados que ressoem com cada indivíduo.
  3. Desenvolva conteúdo relevante e valioso: ofereça conteúdo útil, informativo e relevante para o público-alvo, destacando os benefícios e soluções que sua oferta proporciona.
  4. Produza um design responsivo: certifique-se de que seus e-mails são visualmente atraentes e facilmente legíveis em qualquer tipo de dispositivo, fazendo com que o design garanta uma experiência positiva para o usuário.
  5. Escreva CTAs claros: inclua CTAs claros e diretos que incentivem os destinatários a clicarem, indicando claramente o próximo passo que você deseja que eles tomem.
  6. Realize testes A/B: com os testes A/B você pode avaliar diferentes elementos, como linhas de assunto, CTAs e designs, e descobrir o que funciona melhor com seu público-alvo.
  7. Segmente sua lista de contatos: realize a segmentação da sua lista de e-mails com base em informações como interesses, comportamentos e histórico de compras para enviar mensagens relevantes para cada grupo.
  8. Encontre uma frequência de envio balanceada: mantenha o equilibrio, deixe seus destinatários engajados e evite a sobrecarga de suas caixas de entrada, ajustando a frequência de envio conforme as preferências do público.
  9. Ofereça incentivos e ofertas especiais: incentivos exclusivos, descontos ou promoções especiais encorajam os destinatários a clicarem e aproveitarem a oportunidade.
  10. Analise os dados e mantenha uma otimização contínua: analise regularmente os dados de desempenho dos seus e-mails, identifique os padrões e áreas de melhoria e, assim, otimize constantemente suas estratégias de envio.

10 dicas para aumentar a taxa de cliques no YouTube

Descubra como você pode impulsionar seus anúncios e vídeos no YouTube:

  1. Crie títulos impactantes: títulos ou chamadas impactantes despertam o interesse do público e o incentivem a assistir ao vídeo ou realizar a ação desejada.
  2. Utilize miniaturas atrativas: as miniaturas visualmente atrativas e claras representem de maneira resumida o conteúdo do vídeo e chamam a atenção dos espectadores.
  3. Invista em conteúdo de alta qualidade: produza vídeos de alta qualidade, com conteúdo relevante, informativo ou divertido, mas que, principalmente, prendam a atenção do público do início ao fim.
  4. Desenvolva introduções cativantes: comece o vídeo com uma introdução cativante para prender a atenção dos espectadores já nos primeiros segundos.
  5. Inclua CTAs no vídeo: faça o uso de CTAs diretos no vídeo, que encorajam os espectadores a se inscreverem, clicarem no botão de “Gostei”, comentarem e compartilharem seu conteúdo.
  6. Utilize as técnicas de SEO: não se esqueça do SEO! Otimize o título, a descrição e as tags do vídeo com palavras-chave relevantes para aumentar a visibilidade e o alcance orgânico nos resultados de pesquisa do YouTube.
  7. Engage a audiência: responda aos comentários dos espectadores, promovendo a interação e criando um senso de comunidade em torno do seu canal.
  8. Mantenha uma programação consistente: com uma programação de publicação consistente seus espectadores sabem quando esperar novos conteúdos do seu canal.
  9. Colabore com outros criadores: explore oportunidades de colaboração com outros criadores de conteúdo para alcançar novos públicos e aumentar a exposição do seu canal.
  10. Analise métricas e feedbacks: analise regularmente as métricas de desempenho do seu canal e anúncios, como taxa de retenção de espectadores, tempo de exibição e taxa de cliques, e ajuste sua estratégia com base nos insights obtidos.

10 dicas para aumentar a taxa de cliques do Facebook

Saiba como melhorar seus anúncios no Facebook e, consequentemente, sua taxa de cliques:

  1. Desenvolva anúncios visualmente atraentes: utilize imagens e vídeos de alta qualidade que se destaquem no feed de notícias e prendam a atenção dos usuários.
  2. Ofereça conteúdo exclusivo no Stories: aproveite as funcionalidades como Stories para criar conteúdo exclusivo que se destaque no feed de notícias.
  3. Promova concursos e sorteios: incentive a participação do público com concursos e sorteios, gerando engajamento e aumentando as chances de cliques.
  4. Inclua CTAs claros: os CTAs diretos incluidos nos seus anúncios indicam claramente a ação que você deseja que os usuários realizem.
  5. Realize testes A/B: realize o teste com diferentes elementos do anúncio, como imagens, copys e CTAs, para identificar o que funciona melhor com seu público.
  6. Use emojis estratégicamente: o uso de emojis de forma estratégica adiciona personalidade aos seus anúncios e chamar a atenção dos usuários no feed de notícias.
  7. Estimule a criação de conteúdo gerado pelo usuário (UGC): Encoraje os usuários a compartilharem suas experiências com seu produto ou serviço, aumentando a credibilidade e o interesse.
  8. Implemente estratégias de retargeting: o retargeting é útil para alcançar usuários que já interagiram com a sua página no Facebook, aumentando as chances de conversão.
  9. Analise dados: analise regularmente os dados de desempenho dos seus anúncio e otimize constantemente sua estratégia de publicidade.
  10. Mantenha uma frequência de publicação balanceada: não deixe seus usuários saturados de tanto se depararem com seus anúncios. Encontre um equilíbrio ideal, ajustando a frequência de publicação de acordo com as preferências do público.

Parabéns, agora você já aprendeu bastante sobre a importância da taxa de cliques e as melhores maneiras de manter essa métrica alta em diferentes plataformas e redes sociais. Esperamos que todo esse conhecimento seja útil para suas próximas campanhas. E para te ajudar ainda mais, conte com a SendPulse para impulsionar seu negócio.

Não perca tempo, registre-se hoje mesmo gratuitamente!

Pesquisado também com
Rate this article about "Taxa de cliques (CTR)"

User Rating: 5 / 5 (1)

Novo

Teste o SendPulse hoje gratuitamente

Se você tiver interesse em "Taxa de cliques (CTR): importância e melhores estratégias", talvez você também se interesse pelo nosso serviço de envio de e-mails em massa.